Tempo, Ativo mais perecível que possuímos.

Nenhum comentário

 

captura de tela 2019-01-21 às 23.18.25
Fonte: Visualhunt

Se o seu Eu de 10 anos atrás (aproveitando a brincadeira dos 10 years challenge), chegasse hoje para você, querendo saber qual a vida que ele irá desfrutar daqui 10 anos, se você tomou as decisões certas, estabeleceu e cumpriu as metas para atingir os objetivos, será que seu Eu de dez anos atrás iria ficar orgulhoso?

Tempo é algo que não se recupera. Jamais! Ouvindo um podcast do Flávio Augusto ele coloca de uma forma muito interessante. Que o tempo é o ativo mais perecível que possuímos.

“Não importa se ainda há tempo para cumprir aquela meta, na verdade perdeu-se a oportunidade de cumprir a meta no tempo estipulado e neste novo ciclo de tempo realizar uma nova meta.” – Flávio Augusto.

Estabelecer uma meta para que seja mensurável, realista, com plano de ação passo a passo, que tenha um peso real para que não seja abandonada ou procrastinada depende do que tem como objetivo. Do que se espera conquistar para você e aqueles à sua volta.

Voltando ao seu Eu de 10 anos atrás, ele estaria feliz com que você se tornou hoje? Será que conseguiu estabelecer metas e cumpri-las para que houvesse um crescimento significativo?

Quando sabemos onde queremos chegar, quando sabemos qual nosso propósito de vida como missão, temos um norte a seguir. A partir disso todo esforço será em prol daquela direção. Mas e quando ainda não descobrimos nosso propósito?

Diante da correria da vida, trabalho, estudos, família, ligamos o piloto automático e a única coisa que importa é tentar chegar no final de semana vivo para ter um momento de descanso.

Mas vale viver dessa forma sem vida? Esses dias em uma reunião de amigos uma pessoa que considero muito bem sucedida disse que estava infeliz com trabalho, pois a única coisa que faz é viver para o trabalho ao invés de trabalhar e viver.

Acredito que aqui entra o propósito de vida. Quando identificamos aquilo que amamos fazer independente da carga, fazemos com maior prazer. Pois o resultado disto é o que nos move e alimenta todas as nossas forças para continuar.

Encontrando seu propósito: Nem todos nascem sabendo qual é a paixão que move e faz trabalhar até às três da manhã e logo às oito está de pé pronto para continuar. Mesmo que seja mais de uma atividade, isso aí. Quem disse que somos bons em apenas uma coisa.

Steven Kotler escreveu um artigo muito bacana para Forbes sobre encontrar seu propósito em quatro passos.

  1. Faça uma lista
  2. Veja as intersecções
  3. Faça uma lista dos problemas que gosta de resolver
  4. Relacione tudo!

Encontrar atividades que tragam prazer em realizar já é um grande passo. Independente do tamanho do seu sonho de vida. Sua meta pode estar alinhado a isto, e todo esforço dedicado é para estar preparado no momento certo.

Definir metas: Antes de qualquer coisa uma dica importante, escreva suas metas no papel. Ficar pensando que X, Y e Z são metas de 2019 é a mesma coisa que pensar na morte da bezerra (Tô velho com esse trocadilho hein!).

Meta não deve ser vista como obrigação, ao definir uma meta foque no que realmente é necessário, o importante para você. Invista em áreas que sejam importantes. Reflita, alinhado ao seu propósito de vida pessoal para desenvolver nova habilidade ou aperfeiçoar alguma habilidade.

Quando existe um real motivo para alcançar essa meta, você também deve se sentir motivado, porque é importante para você e não para outra pessoa. Encontrar meios para dedicar e estar conectado.

Colocar no papel ajuda também a ter uma clara visão do tamanho do esforço que será necessário dedicar para atingir seu resultado (No Pain – No Gain). Metas claras e verdadeiras influenciam nosso esforço, foco, persistência e o desenvolvimento de uma estratégia.

Deve ser específico, quase um texto descrevendo onde quer chegar o porque e como. Desta forma fica claro todo caminho que será necessário para atingir o alvo. Tornando a meta um processo de crescimento.

Tempo, já falei disso antes, eu sei. Não podemos nos condenar se dentro da meta e com planejamento certo, não atingiu o esperado. Uma coisa que aprendi é que tudo tem seu momento, não se pode ver o pôr do sol ao meio dia, ou antecipar qualquer evento natural da vida. Persistência e Consistência.

O planejamento cria uma oportunidade de medir o desempenho dos resultados e através disto saber se está no caminho certo. Não adianta uma meta sem o plano de ação que é o passo a passo para chegar lá! E com esse plano acompanhar os resultados.

Você sabe que o planejamento é um ato que define ações para atingir um objetivo. Através dele terá um conjunto de passos que devem ser realizadas para atingir a meta e propósitos definidos.

Metas são mensuráveis (planejamento), é realista, tem significado. Estes três pontos podem nos levar além do objetivo definido. Quando estamos dedicando esforços sobre nossas metas, em algum momento descobrimos que aquele objetivo não está tão distante ou que podemos ter resultados ainda maiores.

Nessa jornada o que está disposto a pagar para atingir os resultados é o que separa uma meta de um devaneio. Devaneio significa uma vontade, um desejo que passa pela cabeça e logo se vai. Meta muito diferente disso toma conta da mente, corpo e alma.

Quando estabelecemos algo e sabemos que além da montanha vamos ter uma visão privilegiada do caminho percorrido e de onde chegamos, significa que atingimos algo que inicialmente era impossível. E pode saborear o gosto do “Eu consegui”!

Então daqui a seis meses, um ano ou dois ou dez, terá novas metas com novos propósitos a serem desenvolvidos e conquistados. Foco, Determinação podem mudar muitas vidas.

No livro  de Napolleon Hill – Quem pensa Enriquece há um parágrafo inspirador descrito como “A Fórmula Da Autoconfiança”, que diz:

Sei que possuo a capacidade para alcançar meu propósito definido na vida. Assim, exijo de mim uma ação persistente e contínua para atingi-lo, aqui e agora, começar  a agir imediatamente.

Compreendo que os pensamentos dominantes da minha mente, a seu tempo, se manifestarão em forma de ação física, transformando-se gradualmente em realidade material. Assim, concentrei meus pensamentos, por trinta minutos diariamente, na tarefa de pensar na pessoa que tenciono ser, criando uma clara imagem mental do resultado.

Sei que, pelo princípio da autossugestão, qualquer desejo que eu guardar com persistência em minha mente acabará por encontrar um meio prático de expressar-se, a fim de atingir o objetivo por ele apoiado. Assim, devotarei dez minutos do meu dia para exigir de mim o desenvolvimento da autoconfiança.

Escrevi claramente uma descrição do meu alvo principal definido na vida e nunca deixarei de tentar alcançá-lo, até desenvolver autoconfiança suficiente para isso.

Percebo com clareza que nenhum bem ou posição pode perdurar, a menos que seja construído sobre a verdade e justiça. Assim, não participarei de transação que prejudique qualquer pessoa. Obterei êxito atraindo para mim as forças que eu quero usar e a cooperação de outras pessoas. Induzirei os outros a me servirem por meio do meu desejo de servi-los. Eliminarei hostilidade, inveja, ciúme, egoísmo e cinismo, desenvolvendo amor por toda a humanidade, porque sei que uma atitude negativa em relação aos outros jamais poderá trazer-me sucesso. Farei os outros acreditarem em mim, pois acreditarei neles e em mim.

  1. Não duvide de sua capacidade
  2. Alimente sua mente com bons pensamentos
  3. Análise e mensure seus resultados diariamente
  4. Descreva em detalhes suas metas
  5. Que seus valores e princípios estejam acima de qualquer coisa.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s