Poder do Perdão

Nenhum comentário
zen-509371_1920
foto by pixaby

Perdoar não é isentar o outro do erro, ou aceitar a falha alheia ou nossa. Perdoar é muito mais que isso, um ato de amor próprio. É liberar corpo, alma e espírito de um pesar sem benefício algum.

Perdão é um processo mental, físico e espiritual de deixar de sentir, ou melhor, de deixar de ressentir emoções negativas como raiva, medo, pesar e culpa. É também um ato de libertação de sentimentos dolorosos que nos fazem reviver o sofrimento, a cada vez que relembramos nossos erros, de certas pessoas e dos momentos que nos causaram mágoas, frustrações e decepções profundas.

O Perdão nos faz olhar para frente, nos faz seguir adiante, sem a companhia de velhos pesares, e tem o poder de restaurar o nosso otimismo. Por outro lado, quanto mais nos obrigamos a conviver com mágoas, mais distantes estamos de iluminar os nossos pensamentos, pois frequentemente retornamos ao nosso passado e mergulhamos em dores e assuntos mal resolvidos.

 


Perdoar é especialmente um ato de amor por si mesmo e por aqueles que erraram conosco. Proporciona maior bem-estar físico, aumento da satisfação pela vida, do equilíbrio emocional e nos faz viver, plenamente, o nosso aqui e agora. — José Roberto Marques

 

O Perdão existe de três formas:

flower-887443_1920
foto by pixabay.

Perdoar a si mesmo, por todas as coisas que eu fiz, que eu mesmo me ferir, que eu mesmo me magoei, me prejudiquei conscientemente ou inconscientemente. Porque viver com a dor do passado, revivendo momentos de mágoa ou dor. Liberta-se  para agir de forma diferente. Aceitar quem somos, que temos o direito de errar.


Todo ser humano deve buscar evolução contínua, pois o caminho exige de nós darmos cada vez novos e melhores passos. Não podemos simplesmente nos colocar na posição de vítimas e estacionar a beira da estrada.

 

Perdoar todas as pessoas que nesse mundo me magoaram, me ofenderam, me prejudicaram de forma consciente ou inconsciente. O perdão é essencial neste processo. Por isso, permita-se perdoar e libertar-se de acontecimentos e indivíduos que tenham feito algum mal a você. Transforme esta decepção em aprendizado e força para mudar de um estado sombrio para luz.


Cada um de nós é o protagonista da sua história, procurar escrever um enredo que traga realizações pessoais, profissionais, equilíbrio, paz de espírito, amor próprio e pelo próximo, motivação para seguir e resiliência para enfrentar e superar as dificuldades.

Todas as pessoas que eu eu prejudiquei, magoei, ofendi, por pensamentos ou palavras peço perdão a cada uma destas pessoas. Reconhecer nosso erro, onde de alguma forma causamos dor, pedir perdão é um ato nobre de amor e evolução.

No mais íntimo do nosso ser, reconhecer onde e como falhamos é um estado evolutivo de compreensão de amor ao próximo, onde pelo meu erro alguém se feriu, pelo meu erro causei dor. E ter a consciência de reconhecer para aprender e evoluir ao ponto de não cometer o mesmo erro.

Os 10 Passos para o Perdão


 

  1. Permissão para Perdoar – O perdão parte de dentro, de uma permissão genuína que concedemos para perdoarmos a nós e ao outro por algum mal que tenha nos causado. Esse ato nos liberta de sentimentos negativos, do estresse e corta de vez o elo com o acontecimento/pessoa.
  2. Aceitação de si mesmo – Busque entender quem você é na essência e identificar por que determinado fato causa tanta dor/raiva. Com isso, busque expressar o seu sentimento e expor seu ponto de vista sobre a situação.
  3. Diálogo Interno e Foco no Perdão – Assuma a responsabilidade de fazer o seu melhor para conseguir chegar ao autoperdão. Busque dialogar com seus sentimentos e foque em transformar sua dor em emoções positivas e motivação para continuar.
  4. Entenda o Objetivo do Perdão – Perdoar não é aceitar o erro da pessoa, mas sim libertar-se definitivamente dos sentimentos nocivos que te ligam a ela. Ao perdoar você restabelecer sua paz de espírito, o seu equilíbrio emocional e resgata as emoções positivas que até então estavam imersas em suas mágoas.
  5. Viva o Aqui e Agora – Entenda que não é o que aconteceu, e sim a sua interpretação do fato, de ontem ou de dez anos atrás, que faz com que você sofra. Não traga para o seu presente emoções negativas do passado. Permita-se fazer novas leituras e reagir de modo diferente.
  6. Permita-se Ressignificar – Nos momentos de aflição, procure exercitar o autocontrole, isso evita que os hormônios do estresse se espalhem por seu corpo e causem ansiedade e angústia. Respire pausadamente, procure relaxar, visualize um novo cenário e procure imaginar outro desfecho para a situação.
  7. Pense Positivo – Todo comportamento, por pior que seja, tem uma intenção positiva. Imagine novos caminhos, novas formas de alcançar seus objetivos e deixe de focar no erro em si. Relembre suas conquistas, sua trajetória de vida, orgulhe-se e honre sua história.
  8. Viva com Amor – Decida viver o lado bom da vida, tire o foco da pessoa que te magoou e evite ficar remoendo decepções. Procure enxergar atitudes positivas, amor, gratidão e bondade ao seu redor.
  9. Busque Aprendizado – Faça das decepções oportunidades para aprender a lidar com suas frustrações e perdoar a si mesmo e ao outro. Ninguém é infalível, nem mesmo você. Reconheça suas próprias falhas, aprenda com elas e leve sempre algo de positivo para sua vida.
  10. Seja Verdadeiro – Conceda o perdão sincero a si mesmo, reconheça os seus erros e procure não sofrer mais por isso. Do mesmo modo, peça perdão a quem possa ter magoado e ofendido, e permita que a outra pessoa também possa libertar-se do fato.

 


Até mesmo as más experiências trazem coisas boas para nossa vida. Viver o perdão é perdoar-se, perdoar o outro, aceitar a si mesmo em toda sua infinita beleza e potencialidade e evolua com isso. Lembre-se que a escolha é sempre sua e os resultados também são seus! — José Roberto Marques.

Ressiguinificar sua história e poder potencializar cada momento não permitindo que a dor do passado afete o presente e seu futuro. O perdão traz essa luz sobre nossa vida, libertar da dor, liberta-se do individuo que causou a dor e seguir em frente.

Aproveito para recomendar um incrível Podcast feito pelo meu querido Murilo Gun sobre o perdão, simplesmente libertador. Episódio Perdoando Hitler

Referência: jrmcoaching.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s